Resenha: Percy Jackson e o Último Olimpiano – Rick Riordan

Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

Um meio-sangue, dos deuses antigos filho,
Chegará aos 16 apesar dos empecilhos
Num sono sem fim o mundo estará
E a alma do herói, a lâmina maldita ceifará
Uma escolha seus dias vai encerrar
O Olimpo preservar ou arrasar

Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

Um meio-sangue, dos deuses antigos filho,
Chegará aos 16 apesar dos empecilhos
Num sono sem fim o mundo estará
E a alma do herói, a lâmina maldita ceifará
Uma escolha seus dias vai encerrar
O Olimpo preservar ou arrasar

Épico. Completamente épico.

Chegar ao fim de uma série é sempre um pouco triste pra mim. Mesmo sabendo que ainda vai ter uma continuação meio que paralela, mas nunca é a mesma coisa. Não vão ser mais Percy, Annabeth, Grover, Tyson, Luke … Sim, até mesmo Luke! =/

Percy Jackson e Último Olimpiano é, como toda a série, um livro frenético. É ação o tempo todo, não existe momento de enrolação. Acabou uma luta, começa outra, e vai pra outra, e começa os preparativos da outra … e assim vamos devorando o livro. E fazer uma história frenética e sem perder a lógica dos acontecimentos é coisa pra poucos. E o Rick Riordan conseguiu fazer muito bem isso.

Conheci um Percy Jackson um pouco mais maduro. A personagem me passou isso, desde o começo do livro, o que pra mim foi ótimo. E depois eu vi isso com Annabeth também.

Outro ponto fortíssimo do livro é o humor. O Rick, desde o primeiro livro, fez uma narração em primeira pessoa do Percy que eu diria, perfeita no ponto de vista da personagem. O Percy, fora o fato de ser um semi-deus e tudo o que você ja sabe, é um garoto completamente normal. Faz umas piadinhas bobas, tipícas dos garotos da idade dele, o que me fez rir bastante durante o livro. Fora as outras passagens de humor das outras personagens. Alguem se lembra dos Pôneis de Festa ?? =D

Mergulhando na história, você passa a conhecer a história das demais personagens, até mesmo alguns secundários. Entre as lutas e os prepatativos da grande batalha contra o exército de Cronos, você conhece a verdadeira história de Luke, por exemplo, e os motivos que o fizeram passar pro lado do ‘mal’.

Quanto a primeira profecia do livro (sim, temos duas), a tão falada ‘grande profecia’, eu meio que me confundi com isso. O negócio da idade de 16 anos, tão falada desde o começo da série, não teve assim grande importância. Mas isso não foi problema no contexto da história, onde você entende perfeitamente o sentido da profecia! =D

E, como em todo final de uma série, tudo está bem novamente néh?

Sim, pelos menos por enquanto …

Que venha ‘The Lost Hero’ ! \o/

 

Deixe uma resposta